Busca no Blog ou na Web

26 de mar de 2010

Resultados Relatório Brasil 2009

Uma vez implementado, um plano de desenvolvimento deve ser monitorado para que quaisquer desvios possam ser corrigidos. Por isso, a seguir, oferecemos os resultados do Relatório Brasil 2009, em sua Dimensão Monitoramento, cujas variáveis são: "pesquisas de demanda"; "pesquisas de oferta"; "sistema de estatísticas do turismo"; "medição dos impactos da atividade turística"; e "setor específico de estudos e pesquisas".

Dimensão Monitoramento

De acordo com o Estudo, a média nacional nesta dimensão alcançou 34,5 pontos, situando-se no nível 2, o mesmo nível alcançado na pesquisa anterior (35,4 pontos). Observa-se que grande parcela dos destinos possui monitoramento de turismo deficiente, pois 17 deles encontram-se no nível 1, e 19 no nível 2, resultado que denota "estagnação" nesta dimensão, uma vez que, em 2008, o nível 1 também abrangia 17 destinos, e o nível 2, 18. 

Na faixa intermediária (entre 41 e 60 pontos) o Estudo apresenta 22 cidades; enquanto que no nível 4, situam-se apenas sete. Na pesquisa anterior, havia 24 destinos no nível 3, e seis no nível 4. Nenhum destino turístico brasileiro conseguiu atingir o nível mais elevado da escala na Dimensão Monitoramento, assim como no ano passado.

Em relação às capitais, a média obtida foi de 41,8 pontos, o que corresponde ao nível 3, enquanto que as não capitais (média de 29,4) posicionaram-se no nível 2. Observou-se quadro semelhante no ano de 2008, quando as médias eram de 42,1 pontos para as capitais, e 30,6 para as não capitais.















Já no que diz respeito à classificação por região, o Sudeste e o Sul obtiveram médias 43,7 e 41,7 pontos, respectivamente, situando-se no terceiro nível e acima da média nacional. As médias obtidas pelas regiões Norte (33,0 pontos), Centro-Oeste (32,0) e Nordeste (28,8) posicionaram-se no nível 2 da escala.























Em síntese, Monitoramento é uma dimensão que necessita de fortalecimento. Apesar de haver pesquisas de oferta e demanda em muitos destinos, poucas delas são aproveitadas para o desenvolvimento de políticas públicas no setor. Soma-se a isso a incipiência quanto à elaboração de estatísticas de turismo de forma sistematizada, e também quanto ao monitoramento dos impactos econômicos, sociais e ambientais causados pela atividade turística. A criação de um departamento de estudos e pesquisas, enfim, pode otimizar os resultados desta dimensão.

Por fim, no intuito de facilitar o entendimento do Relatório Brasil 2009, nunca é demais lembrar que os resultados das análises realizadas consideram cinco níveis de competitividade, numa escala de 0 a 100.

Primeiro Nível (0 a 20 pontos) – refere-se ao intervalo em que os destinos apresentam deficiência em relação à determinada dimensão.

Segundo Nível (21 a 40 pontos) – apesar de expor uma situação mais favorável do que o anterior, ainda evidencia condição inadequada para a competitividade de um destino.

Terceiro Nível (41 a 60 pontos) – configura situação regularmente satisfatória.

Quarto Nível (61 a 80 pontos) – revela a existência de condições adequadas para a atividade turística, considerado o padrão mínimo de qualidade.

Quinto Nível – corresponde ao melhor posicionamento que um destino pode alcançar (81 a 100 pontos).

Fonte: Relatório Brasil 2009

2 comentários:

  1. Uma amiga comentou que o brasileiro é tão ruim em monitoramento que a CEF tem muito dinheiro de apostadores que jogaram, ganharam , porém não conferiram o resultado e perderam o dinheiro.
    Me parece que este "hábito" fica claro no Estudo de Competitividade 2009!

    ResponderExcluir
  2. Monitoramento é uma dimensão que necessita de fortalecimento. Apesar de haver pesquisas de oferta e demanda em muitos destinos, os dados não são transformados em INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS. Os envolvidos com a gestão do turismo local devem fazer um esforço maior para entender que somente coleta de dados não aumenta a competitividade, o que realmente conta é a entrega da informação aos diversos públicos atuantes no turismo.

    ResponderExcluir