Busca no Blog ou na Web

19 de jul de 2010

Cidades históricas em pauta


No intuito de estimular a elaboração de estratégias voltadas ao desenvolvimento turístico das cidades históricas brasileiras, o MTur – em parceria com a Secretaria de Turismo de Pirenópolis – promoveu a segunda edição do Encontro Nacional das Cidades Históricas e Turísticas. 

"Uma oportunidade para avaliar, propor soluções e buscar novas ideias rumo ao turismo sustentável em nossas localidades históricas" – eis a maneira como o Diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do MTur, Ricardo Moesch, definiu o II Encontro Nacional das Cidades Históricas e Turísticas, que aconteceu entre os dias 8 e 10 de julho, em Pirenópolis, Goiás.

No primeiro encontro, realizado no ano passado, representantes de 15 cidades brasileiras debateram temas de interesse comum, socializaram experiências e produziram a chamada Carta de Paranaguá, documento que sintetizou as principais propostas elaboradas durante o evento. Agora, em 2010 – com a participação de 28 municípios – o objetivo foi, justamente, o de dar os encaminhamentos necessários a essas questões, que giraram em torno da carência de qualificação profissional, investimentos para a recuperação de patrimônio cultural, e inserção das populações locais no mercado do turismo.

Para isso, portanto, foram discutidas ações como o PAC das Cidades Históricas, os direitos do consumidor, a classificação hoteleira e os programas de qualificação para a Copa de 2014. Os entraves e as necessidades específicas para o turismo em cidades históricas também marcaram a pauta dos debates, o que levou os participantes a indicarem a urgência de ações integradas, com base na preservação, na sustentabilidade e na colaboração entre os destinos.

O próximo Encontro das Cidades Históricas e Turísticas está previsto para novembro deste ano, e será realizado na cidade de Santos, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário