Busca no Blog ou na Web

2 de mar de 2010

Produção associada e sustentabilidade


Atualmente, quando ouvimos falar em sustentabilidade como "condição fundamental para que o turismo impulsione o desenvolvimento de uma determinada região", o que nos vem à cabeça, em primeiro lugar, são as inúmeras ideias relacionadas ao uso de energias renováveis, à exploração consciente dos recursos e, sobretudo, à preservação dos ecossitemas em nossos destinos.

No entanto, há um elemento de suma importância que, invariavelmente, costuma ser negligenciado quando o tema é sustentabilidade: qual seja, "a estruturação de uma cadeia produtiva associada ao turismo, focada no estímulo à oferta de produtos e serviços com características tipicamente regionais".

Em outras palavras, para que um destino seja considerado "sustentável", além de uma efetiva preocupação ambiental, é preciso que haja uma articulação cooperada entre os demais setores da economia, sustentada, é claro, por um processo contundente de valorização dos aspectos simbólicos peculiares à sua identidade cultural.

Somente dessa forma, portanto, a atividade turística apresenta-se como uma alternativa relevante para o desenvolvimento sócio-econômico dos destinos, pois – ao agregar valor ao produto turístico, incrementando o seu diferencial competitivo – a produção associada atua como um suporte voltado à criação de novas redes de trabalho e ao aumento dos níveis de renda para as comunidades.

Em síntese, podemos afirmar que o desenvolvimento turístico sustentável, em qualquer situação, passa inevitavelmente pela consolidação de uma rede de cooperação formada pelos diversos setores econômicos da sociedade, com o objetivo de estimular a prática de um modo de produção voltado à solidariedade, à igualdade e à valorização da cultura típica do lugar.

Afinal, não são as iniciativas isoladas que movimentam o fluxo de turistas, mas sim a existência de um efetivo conjunto de produtores locais – engajados na utilização criativa do imaginário regional –, gerando, desta forma, diversificados complexos de atrativos competitivos e diferenciados.

2 comentários:

  1. Á produção associada é um elemento fundamental da composição do produto turístico. Oferece diversificação, vivência e agraga valor. Muito boa matéria.

    ResponderExcluir
  2. Um grande desafio da Região das Águas Quentes / GO é identificar nossa identidade cultural. Numa região que recebe mais de 2 milhões de turistas por ano, continuamos oferecendo produtos sem identidade. O trabalho de levantamento da iconografia da nossa região traz um alento e esperança de vermos num futuro próximo a cultura regional valorizada e exposta com qualidade no artesanato e trabalhos manuais comercilaizados por aqui. Chega de Mickey, golfinhos e produtos importados....
    Parabéns ao SEBRAE, que através do Projeto Empreender tem conseguido reunir os artesãos e mostrar a eles como agregar valor a seus produtos.
    Att,
    Cássio - GG 65 Caldas Novas / GO

    ResponderExcluir