Busca no Blog ou na Web

12 de jul de 2010

Relatório Brasil 2009

Na dimensão Aspectos Ambientais, o Estudo de Competitividade examinou seis variáveis: "estrutura e legislação municipal de meio ambiente"; "atividades em curso potencialmente poluidoras"; "rede pública de distribuição de água"; "rede pública de coleta e tratamento de esgoto"; "coleta e destinação pública de resíduos"; e "unidades de conservação no território municipal".


Dimensão Aspectos Ambientais

O desenvolvimento do turismo deve estar pautado no respeito e preservação do meio ambiente, responsável pela geração de atratividade na maioria dos destinos indutores. Neste sentido, a elevação de nível obtida por esta dimensão demonstra um quadro positivo para a competitividade dos destinos.

Assim, a média nacional alcançou 61,8 pontos, elevando o nível da dimensão para o quarto nível, (no ano anterior, a média 58,9, situava-se no nível 3). As capitais, com média de 67,0 pontos (nível 4) mostraram superioridade em relação às não capitais, cuja média foi de 58,1 (nível 3). No ano anterior, as capitais obtiveram média 63,8 pontos e as não capitais, 55,5 pontos.


A maioria das regiões brasileiras alcançou o nível 4 da escala. A região Sul obteve a maior média (65,3 pontos), seguida do Norte do País (63,9), Sudeste (62,1) e Centro-Oeste (60,6). A região Nordeste obteve média de 59,9 pontos, situando-se no limite superior do terceiro nível nesta dimensão, pouco abaixo da média nacional (61,8).























Ademais, ao contrário da pesquisa anterior, quando nenhum dos 65 destinos indutores havia atingido o nível 5 na dimensão Aspectos Ambientais, no corrente ano um destino alcançou o mais elevado nível da escala. No nível 4 encontram-se 37 destinos, enquanto no ano anterior este número era de 32, o que também evidencia evolução positiva nesta dimensão. Nas faixas inferiores, foi possível identificar 25 destinos no nível 3, e somente dois destinos no nível 2. Em 2008, havia 31 destinos no nível 3 e apenas dois no nível 2.

Desta forma, beneficiou a média em Aspectos Ambientais a existência de Unidades de Conservação na maioria dos destinos pesquisados, ainda que poucas delas possuam plano de manejo. Além disso, de forma geral, os destinos são servidos por sistema público de distribuição de água e coleta de esgoto e destinação pública de resíduos.

No entanto, a pesquisa identificou ausência de sistemas de tratamento de água para sua reutilização nos destinos. Sobre esta questão, poderiam ser desenvolvidas campanhas periódicas para a utilização racional e econômica da água. Em relação à destinação pública de resíduos, ainda são poucos os destinos que dispõem de usina de compostagem de lixo ou estrutura para a incineração controlada e monitorada dos resíduos coletados. A ausência de Código Ambiental municipal em grande parte dos destinos também exerceu impacto negativo na média desta dimensão.

Fonte: Relatório Brasil 2009

2 comentários:

  1. Durante a elaboração do Plano de Desenvolvimento Sustentável de Turismo Municipal nos 65, é importante que além de se basear nas diretrizes do Programa de Regionalização, o Grupo Gestor elabore as estratégias e ações do Plano contemplando as 13 dimensões da metodologia do Relatório Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Lançamento:

    Marketing para Unidades de Conservação da Natureza
    Primeiras Linhas
    Autor: Julis Orácio Felipe
    Sinopse:
    AS unidades de conservação da natureza são importantes espaços protegidos com a finalidade de resguardar atributos ambientais da exploração indiscriminada e contribuir para o desenvolvimento sustentável. Entretanto, para mantê-las é preciso a criação de mecanismos que as desmistifiquem para a sociedade em geral, que as entende como locais onde nada pode ser feito. Na realidade, se bem direcionadas, podem contribuir não somente para o desenvolvimento sustentável como também para o desenvolvimento social e econômico, principalmente da comunidade de entorno. Essa obra demonstra como pode ser feito sem corromper o sistema jurídico criado para as unidades de conservação, dando aos leitores noções sobre marketing voltado para essas instituições.

    www.clubedosautores.com.br

    ResponderExcluir